O que é o Sistema B

O que é o Sistema B

Em um mundo cada vez mais preocupado com o futuro e com os impactos das nossas ações sobre o meio ambiente, está ficando mais comum encontrar empresas com a promessa de sustentabilidade e impacto positivo. Mas como saber se essas promessas são reais ou apenas uma estratégia de comunicação?

Como uma forma de ajudar a identificar empresas realmente comprometidas com o avanço positivo da sociedade nasceu o Sistema B.

O Sistema B é um movimento global que visa redefinir o conceito de sucesso nas empresas e identificar corporações que façam do seu poder de mercado um caminho para solucionar problemas sociais e ambientais.

O “B” é de benefit, ou benefícios, e faz referência aos benefícios socioambientais que a empresa deve buscar.

Como surgiu

O movimento teve início em 2006 nos Estados Unidos, quando Jay Coen Gilbert vendeu sua loja de materiais esportivos, a AND 1, fundada em 1993. Após a venda todas as boas práticas que Jay priorizava no dia-a-dia da empresa foram esquecidas, dando lugar a sede de lucro dos novos donos, isso desestabilizou Coen emocionalmente.

Esse descontentamento ganhou forças com duas grandes perdas: seu pai, que faleceu de câncer, e seu amigo, vítima de uma acidente de carro. A partir daí ele decidiu que criaria um movimento para que o ambiente empresarial trouxesse impactos positivos para a sociedade e o meio ambiente. Foi assim que Jay idealizou uma fórmula de negócios que alcança além dos lucros, o bem-estar social.

Sistema B no Brasil

Em 2011, o empresário social Marcel Fukayama conheceu o movimento implantado pela B Lab e começou a buscar por trazê-lo para o Brasil. A essa altura, grande parte das empresas B estavam concentradas na América do Norte. Em outubro de 2013 o Sistema B chegou ao Brasil, e desde então inúmeras empresas vêm aderindo à iniciativa.

Como se certificar

O certificado de empresa B revisa todas as áreas de uma empresa e revela em quais temas a corporação já se destaca e identifica os pontos que podem ser melhorados para a contribuição na construção de uma sociedade melhor.

Para alcançar a certificação as empresas passam por um processo que pode durar de 6 meses a 2 anos, quanto maior e mais complexa a empresa, mais tempo leva.

O processo se inicia com o preenchimento de um questionário de 200 perguntas que valem um ponto cada, ao final deste questionário, uma pontuação é gerada, são necessários, no mínimo, 80 pontos. Caso a pontuação não seja alcançada, melhorias são sugeridas e a empresa pode tentar novamente.

A segunda etapa é comprovar a veracidade das respostas através de dados e documentos. Um membro do Sistema B fica responsável por auditar essas informações.

A última etapa é uma conversa entre a equipe do Sistema B e os executivos da companhia, onde são discutidas as informações coletadas e as instruções para as boas práticas. Passando por todas essas etapas, a empresa recebe o certificado e passa a integrar o Sistema B. A partir de então é necessário contribuir com uma taxa anual que varia de US$500,00 a US$45.000,00 a depender do faturamento da empresa.

A cada 3 anos as empresas passam por uma reavaliação, onde realizam novamente o questionário, e anualmente algumas corporações são escolhidas por sorteio para para passar novamente pela análise.

Quais empresas pode se certificar

A maioria das empresas podem passar pelo processo de certificação, com exceção daquelas que são consideradas sensíveis ou controversas, como é o caso da indústria de tabaco e bélica.

A empresa também precisa ter pelo menos um ano, pois o processo leva em contas as ações tomadas nos anos anteriores. Mas mesmo as novas empresas, com menos de um ano, podem receber um selo “Sistema B Pendente”, que mostra que a companhia, apesar de nova, demonstra interesse em se tornar uma corporação de benefícios.

WhatsApp Atk Rental
Atk Rental www.atkrental.com.br Online
Fale com a gente pelo WhatsApp
×